quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

AF.PORTALEGRE


Próxima Jornada (14ª - 27Fev2010)

Visitado

Visitante

Assoc "SouJovem"

SIR - Soc Inst Recreio

C.D. Portalegrense 1925

A.D. Alter

A.C.D. Póvoa e Meadas

A.C. Portus Alacer

Nisa Futsal Club

C.C.D. Reguengo

A.D. Ifal Comenda S.C. Campomaiorense


posclube
pts
j
v
e
d
gm
gs

1

S.C. Campomaiorense

33

13

11

2

94

25

SIR

2

C.C.D. Reguengo

31

13

10

1

2

69

43

SIR

3

SIR

31

13

10

1

2

69

26

SIR

4

Nisa Futsal Club

27

13

9

4

50

40

SIR

5

Associação "SouJovem"

25

13

8

1

4

67

37

SIR

6

A.C. Portus Alacer

13

12

4

1

7

34

48

SIR

7

C.D. Portalegrense 1925

11

13

3

2

8

29

47

SIR

8

A.C.D. Povoa e Meadas

9

13

3

10

35

83

SIR

9

A. D. Alter

7

12

2

1

9

28

72

SIR

10

A. D. Ifal Comenda

AF BEJA


IP BEJA VS NS MOURA

JA REALIZADO NO DIA 24-02-10 VITÓRIA DOS DE BEJA POR 9-5


VASCO DA GAMA VS ALMODOVARENSE 26-02-10 21H30


ALJUSTRELENSE VS BARRANCOS 26-02-10 21H

JOGO GRANDE NA 12ªJORNADA ONDE VÃO ESTAR FRENTE A FRENTE OS 2 PRIMEIROS CLASSIFICADOS, EM CASO DE VITÓRIA PARA OS DA CASA FICAM EM 1º COM 8 PONTOS DE AVANÇO SOBRE O BARRANCOS,POR ISSO VAMOS TER UM JOGO DECISIVO PARA ESTAS DUAS EQUIPAS.


COMPAREÇAM AOS PAVILHÕES,AJUDEM AS EQUIPAS ALENTEJANAS A CRESCER NESTE DESPORTO QUE CADA VEZ MAIS,ESTÁ A SER SEGUIDO POR MUITA GENTE,O FUTSAL ESTÁ A CRESCER E PARA QUE OS ALENTEJANOS NÃO SEJAM ESQUECIDOS PRECISAM DO APOIO NAS BANCADAS E DIVULGAR MAIS ESTA MODALIDADE.

TAÇA DE ÉVORA

Jogos da 2ª Eliminatória da Taça de Évora
AJ Estremoz - CB Vendas Novas
Alcaçovas AC - SC Borbense
Juventude SC - AA Portelense
Évora Futsal - Sport Cabeção EB

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

FIM DE SEMANA COM DERBY ALENTEJANO




ESTE FIM DE SEMANA DIA 27-02-10 PELAS 17HORAS NO PAVILHÃO MUNICIPAL DE ALVITO, VAI SER JOGADO O GRANDE DERBY ALENTEJANO, GDC.BARONIA VS CASA DO BENFICA DE VIANA DO ALENTEJO,ESTÃO AS DUAS EQUIPAS EMPATADAS NA PONTUAÇÃO GERAL COM 16 PONTOS,UMA QUER VENCER E SOMAR ASSIM 19 PONTOS E DAR UM GRANDE PASSO EM FRENTE RUMO A MANUTENÇÃO,ONDE NÓS FUTSAL ALENTEJO,ATRIBUÍMOS O FAVORITISMO A EQUIPA DA BARONIA POR JOGAR EM CASA PERANTE O SEU PUBLICO IRÁ CONCERTEZA TUDO FAZER PARA OBTER OS TÃO DESEJADOS 3 PONTOS,O VIANA DEPOIS DA BOA VITÓRIA FRENTE AO MARÍTIMO TUDO IRÁ FAZER PARA DAR CONTINUAÇÃO ÁS VITÓRIAS,IRÁ CERTAMENTE SER UM JOGO DE GRANDES EMOÇÕES,COMPAREÇAM EM ALVITO,ENCHAM OS PAVILHÕES,APOIEM AS SUAS EQUIPAS SÁBADO PELAS 17HORAS.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

AF.ÉVORA

RESULTADOS (9ª Jornada):
Almansor 3 - 3 Alcaçovas AC
Núcleo Futsal SIMMorense 7 - 1 Portelense
Borbense 6 - 3 Évora Futsal
CB Vendas Novas 5-2 Estremoz
Cabeção 6-3 Juventude
CLASSIFICAÇÃO
1º CB Vendas Novas, 27
2º Borbense, 19
3º Évora Futsal, 16
4º Almansor, 14
5º Nucleo Futsal SIMMorense, 12
6º Cabeção, 10
7º Estremoz, 10
8º Juventude, 8
9º Alcáçovas AC, 8
10º Portelense, 4

sábado, 20 de fevereiro de 2010

ENTREVISTA COM FARUK TREINADOR DA CASA DO BENFICA DE VIANA DO ALENTEJO


Identificação

Nome completo: Nelson David Mendes Cardoso – ALCUNHA: FARUK

Idade: 28

Naturalidade: Évora

Clubes Representados: Fut11: – SportLisboa e Évora e Santo António – FUTSAL: Escola de Futebol de Évora, Juventude Sport Clube, Mourão Atlético Clube e Casa do Benfica de Viana do Alentejo.
Gostos pessoais – Musica, Cinema, Informática, Desporto e sempre que possível viajar.
Livro preferido: Um Conto de Duas Cidades de Charles Dickens

Filme preferido: O Senhor da Guerra e a triologia do Senhor dos Anéis

Música: Rock, House, Chill-Out e Comercial.

Prato preferido: Lasanha ou um bom camarão são sempre bem vindos…

Bebida: Martini

Carro: Smart

Maior defeito: Obstinado

Maior virtude: Empatia

Melhor jogador de Futsal: FALCÃO

Melhor treinador de Futsal: Fernando Ferretti


FAQuais os principais pontos fortes e fracos da equipa neste momento?
Em relação a pontos fracos provavelmente a falta de experiencia de grande parte dos jogadores a nível da 3ª divisão e algumas situações que surgem derivadas desta questão, pois nesta competição existem muitas equipas com jogadores de larga experiencia na modalidade em contraste com os jogadores jovens com muita qualidade mas que acabam por estar a dar os primeiros passos numa competição a nível nacional e muitas vezes na modalidade. No que diz respeito aos pontos fortes talvez a elevada capacidade técnica acima da média de alguns jogadores que sempre que funcionam no colectivo tornam a equipa muito forte e com capacidade de criar muitos desequilíbrios aos adversários, outro dos pontes fortes é a forma como os jogadores se relacionam dentro e fora do balneário, existindo uma relação muito saudável entre jogadores que leva a que as adversidades levem menos tempo a se esquecer e ultrapassar.


FA-Qual o seu momento mais marcante da carreira de treinador? E o mais negativo?
O momento mais marcante foi a conquista do Campeonato Distrital de Évora, sendo o meu primeiro titulo de campeão distrital acabou por se tornar especial pois foi o consagrar de um ano de muito trabalho e dedicação á modalidade, que só foi possível devido a um grande empenho do grupo de trabalho que ficará para sempre com um lugar especial nas minhas memórias. O mais negativo talvez tenha sido uma final da taça de Évora que disputamos pela Casa do Benfica de Viana frente á equipa do G.D.Montemor e que acabamos por sair derrotados pela margem mínima, num jogo em que a equipa realizou a melhor exibição da época e merecia talvez um pouco mais por o jogo que realizou, mas o desporto tem destas coisas e nem sempre as coisas sucedem da maneira que desejamos.


FA- Quais os objectivos até final da época?
Os objectivos até final da época são exactamente os mesmos que foram definidos no início da época, tentar a manutenção e acumular experiencia competitiva para tornar a equipa mais forte e competitiva no futuro, independentemente da competição em que se encontrar.


FA - O que pensa dos moldes actuais do campeonato (campeonato distrital e taça distrital), acha que é o correcto ou alterava alguma coisa?
Em relação a essas duas competições não tenho nada de relevante a acrescentar, apenas seria interessante acrescentar uma Supertaça, que colocasse em confronto o Campeão Distrital e o vencedor da Taça do Distrito, á semelhança do que acontece em outros distritos do País. Pois jogos deste género servem para a divulgação da modalidade e respectiva divulgação das equipas que durante o ano se empenharam rumo aos seus objectivos.


FA-Para si quem são os principais adversários na luta pela manutenção?
Penso que olhando para a tabela classificativa facilmente percebemos que os adversários que estão na luta pela manutenção são a equipa dos Sonâmbulos, Marítimo, Baronia, Praiense e 1º Maio. Em relação aos principais adversários julgo que sejam 3 equipas, Sonâmbulos, Marítimo e Baronia. Pois como ficou comprovado até aqui o equilíbrio entre as equipas é muito grande e qualquer resultado é possível por isso julgo que esta situação será discutida até ás ultimas jornadas.



Fa - Quais as suas expectativas e objectivos para a esta época?
As minhas expectativas e objectivos para esta época passam por manter na 3ª divisão com vista a consolidar um projecto e uma equipa que permita dar garantias a nível nacional, para que num futuro próximo se possa apresentar uma equipa com outros argumentos para que não se tenha de andar ano após ano a viver realidades diferentes o que dificulta a evolução dos jogadores e respectiva mentalidade competitiva.


Fa-E a nível pessoal, quais são as suas ambições?
A nível pessoal tento viver um dia de cada vez e as minhas ambições desportivas passam muito por viver o momento e aproveitar ao máximo a equipa e projecto onde me encontro inserido. Um pouco em tom de brincadeira posso usar a “famosa” frase: “Prognósticos só no final do jogo “…



FA-O que está a achar do campeonato ate ao momento? Está a corresponder as suas expectativas?
No que diz respeito ao campeonato acima de tudo acho que este ano está mais competitivo, não existindo grandes diferenças entre aqueles que lutam pela manutenção e aqueles que lutam pela subida de divisão, e temos como comprovativo vários jogos que mostraram isso mesmo, servindo como exemplo o confronto recente entre o 3º classificado, o Independente de Sines e o ultimo classificado o 1º Maio, que ditou uma derrota para a equipa de Sines sem que ninguém o fizesse esperar. Trata-se acima de tudo de um grande desafio para nós e para mim pessoalmente, pois estamos a ombrear com equipas que na maior parte apresentam condições a todos os níveis superiores á Casa do Benfica de Viana e alguns dos resultados e exibições que rubricamos são para mim motivo de um grande alento para se trabalhar cada vez mais e melhor. Em relação ás minhas expectativas posso dizer que este campeonato é muito semelhante aquilo que imaginava no inicio da época, pois a evolução em todo o país desta modalidade tem sido evidente e como tal o equilíbrio entre equipas é cada vez mais notório, levando a que os jogos se tornem mais difíceis e motivantes também. O que posso dizer que ficou aquém das minhas expectativas foi algumas duplas de arbitragem que na minha opinião entram em campo munidos de uma arrogância e prepotência fora do normal e que tomam atitudes (quase sempre a penalizar os mesmos, as equipas alentejanas que o digam…) dignas de arbitragens de países do terceiro mundo em que qualquer coisa é possível. Julgo que deveria existir um controle mais apertado a nível da Federação Portuguesa de Futebol neste sentido pois muitas das vezes o destino das equipas mais fracas fica na mão dos senhores do apito, que muitos deles de senhores não teem mesmo nada…


FA – ESPERAVA MAIS DA SUA EQUIPA NO CAMPEONATO?
Penso que dizer que esperaria mais da equipa no campeonato é um pouco exagerado, pois até aqui apenas ocorreram 3 a 4 jogos que não condizem com a qualidade da equipa e que se esperava outro tipo de resposta mais positiva. De resto a equipa tem sido um pouco irregular e se tivesse conseguido apresentar um nível exibicional mais regular provavelmente estaríamos agora numa posição mais confortável da tabela. Mas como já tive oportunidade de dizer, quando se apresenta uma equipa com jovens jogadores de elevada qualidade, mas com pouca experiencia a nível nacional á que ser ponderado quando criamos certas expectativas e é isso que tenho procurado ser acima de tudo.



Fa-Quer deixar alguma mensagem aos amantes do futsal masculino?
A mensagem que posso deixar a todos aqueles que gostam da modalidade, quer sejam praticantes ou adeptos ou simplesmente admiradores é que o façam de forma correcta e sempre com muito fair-play, pois quem anda nesta modalidade muitas vezes necessita de sentir apoio e não ser criticada por aquilo que faz ou deixa de fazer. Há que ter maior abertura para esta modalidade e existir uma maior colaboração entre todos aqueles que gostam do Futsal e muitas vezes sacrificam as suas vidas pessoais e não se andar a viver guerrinhas pessoais, muitas vezes injuriosas que em nada ajudam a divulgação da modalidade.


FA-Para terminar, deixe uma mensagem aos leitores do FUTSAL ALENTEJO?
A mensagem que posso deixar a todos aqueles que são leitores do FUTSAL ALENTEJO é um pouco semelhante á resposta que dei na pergunta anterior, acima de tudo pensem bem antes de comentarem as notícias e que pensem se o caminho certo é comentar injuriosamente o que os outros fizeram, muitas das vezes sobre a capa cobarde do anonimato. Pois provavelmente os comentários construtivos seriam mais bem vindos e sugestões acerca de como se pode melhorar a modalidade na minha opinião teriam outro impacto muito mais positivo para todos os intervenientes.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

AF.ÉVORA


Campeonato Distrital de Seniores Masculino

Cabeção vs Juventude, 20-02-2010, 19h00

Árbitros: Pedro Oliveira e João Batalha

Borbense vs Évora Futsal, 19-02-2010, 21h00

Árbitros: Gonçalo Freira e Carlos Carola

Almansor FC vs Alcáçovas AC, 20-02-2010, 17h00

Árbitros: Filipe Dias e Pedro Lopes

Núcleo Mora vs Portelense, 20-02-2010, 19h00

Árbitros: Carlos Carola e Leonel Craveiro

CB Vendas Novas vs AJES, 19-02-2010, 21h30

Árbitros: Norberto Nifro e Luís Godinho

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

ENTREVISTA A Francisco Aragonêz TREINADOR DO ELECTRICO DE PONTE SÔR

Identificação

Nome completo: ALCUNHA: Francisco João Malaquias Aragonêz “Xico d`alter”
Idade: 28 anos
Naturalidade: S.Lourenço - Portalegre
Clubes Representados: Fut11:FUTSAL: Como Jogador: A.D. Alter; F.C.Crato; A.C. Fronteirense (em futebol 11); Aldeia velha; A.R. Bairro da Boa Esperança e Eléctrico F. C.(em futsal). Como treinador. Eléctrico F.C (futsal).

Gostos pessoais: Estudar, de aprender. Ver televisão (um pouco de tudo), ouvir música, de ler, de conversar com os amigos. Gosto dos domingos, pois é o dia da “descontracção”, é o dia em que normalmente aproveito para passear e “recuperar energias” para a semana seguinte.

Livro preferido: “Quem quer ser Bilionário”; “As palavras que nunca te direi”.
Filme preferido: “Quem quer ser Bilionário”; “Braveheart”, “O Gladiador” entre muitos mais. É difícil distinguir um filme como meu preferido, mas os três acima mencionados ficaram-me na memória.
Música: Gosto de tudo um pouco, desde fado ao Rock. Gosto imenso de ouvir música. Vou confessar um segredo aos leitores do blog: antes de jogos decisivos ou finais, gosto de estar em casa a descontrair, ouvindo música “Celta”.
Prato preferido: “Carne de Porco à Alentejana”; “Polvo assado com batatas a murro”; “Chocos grelhados com batata cozida”; “Leitão assado com batata frita”.
Bebida: “Coca-Cola” e “Sumol de Laranja” bem frescos. Em ocasiões especiais, um bom vinho branco.
Carro: O meu. Um Renault Clio. Mas o carro da minha vida é uma Audi A4.
Maior defeito: Sou bastante desconfiado. Demoro a confiar em alguém e depressa perco essa confiança. Para mim, a confiança nunca se pode colocar em causa.
Maior virtude: Não sei. Penso não ter nenhuma que se evidencie. Penso ser um bom amigo e essa é uma das melhores qualidades que podemos ter. Com o tempo também aprendi a ser paciente, o que também é importante.
Melhor jogador de Futsal: A nível nacional penso não haver dúvidas que Ricardinho está num “patamar” acima de todos os outros. A nível distrital e reportando-me apenas aos anos em que fui apenas jogador, existiram (ainda jogam) dois jogadores, que eram um desafio enorme para mim ,como adversários, devido à sua qualidade: Ricardo Dionísio e Pedro Teles.

Melhor treinador de Futsal: Não acompanho muito a nível nacional o trabalho dos treinadores (até por falta de tempo), mas penso que o Alípio e o Orlando Duarte estarão no “topo da pirâmide” dos treinadores nacionais. A nível distrital existem poucos, mas também com qualidades. Alguns sem que lhe seja dado o valor merecido, por estarem em equipas de menos destaque.

FA- Quais os principais pontos fortes e fracos da equipa neste momento?

O ponto fraco desta equipa é, e sempre foi (desde que assumi a equipa) a falta de unidades de treinos por semana. Uma equipa que treina terça e sexta-feira (véspera de jogo) não pode ter os mesmos argumentos de uma equipa que treina três a quatro vezes por semana, com a sexta-feira de repouso. São mais unidades de treino e melhor distribuídas, podendo ser aplicadas cargas e estratégias de treino completamente diferentes daquelas que utilizo. Considerar um treino à terça e à sexta-feira, com jogo no sábado, como um microciclo de treino, é ter boa vontade. Ainda assim, não serve de desculpa de nada. Temos as condições que temos e que podemos usufruir. Quando aceitámos este compromisso sabíamos quais as condições do mesmo.

Aqui deixamos as desculpas para trás.

O ponte forte é o carácter da equipa e dos seus jogadores. Não defendemos só um clube, defendemos uma “causa”. A causa de ser “Eléctrico” e “Pontessorense”. À excepção da minha pessoa e de outro atleta, todos defendem a causa do Eléctrico, que acaba por contagiar, mesmo aqueles que não são naturais deste Concelho.

Só com grande carácter e determinação, conseguimos por vezes, dar a volta a situações que á partidas parecem perdidas.

FA- Qual o seu momento mais marcante da carreira de treinador? E o mais negativo?

O mais marcante, foi sem dúvida a manutenção no nacional da 3ª divisão, o ano passado. Por vários motivos: pelo péssimo começo da equipa, pelos diversos problemas que passámos, etc... Confesso que só passadas cerca de 24 horas, tive a noção do sucesso e do feito alcançado.

O momento mais negativo da minha carreira, foi do inicio do campeonato do ano passado, onde via desilusão na cara dos sócios e simpatizantes do Eléctrico após cada derrota da equipa. Em 7 jogos tínhamos 1 vitória e 1 empate e 5 derrotas (4 delas nas primeiras 4 jornadas). Era uma frustração imensa.

Também vos posso confessar, que após a sétima jornada do campeonato do ano passado, senti que deixava de ser solução e era mais um problema. Considerava que não tinha “estofo” para resolver a situação. Continuei, porque o presidente do Clube entendeu o contrário e deu-me um grande voto de confiança, como nunca esperei receber de ninguém, no desporto.

Devo dizer que o “desporto” é muitas vezes ingrato para com os seus “agentes”. Isto porque a equipa foi bastante criticada, quando não o merecia. Ninguém (na altura) perdia porque queria ou não se esforçava, mas perdíamos porque os outros ou eram melhores, ou eram mais experientes. Fica no entanto, a “voz” daqueles que nunca deixaram de apoiar, mesmo nos piores momentos.

É complicado gerir um grupo de pessoas que abdica de vários compromissos pessoais para representar um clube, sentir que esses mesmos atletas jogam nos seus limites e, no fim de contas, ainda haver críticas quanto ao seu desempenho, mas quem anda no desporto tem de saber lidar com o sucesso e o insucesso.

FA- Quais os objectivos até final da época?

Manter. Em conversa com alguns amigos, disseram-me por algumas vezes que deveria ser mais ambicioso. Talvez até concorde, mas na minha visão, as equipas do interior dificilmente conseguem mais do que a manutenção, principalmente na “série C”. Devo dizer-lhes que felizmente conheci a excepção na Boa Esperança (Castelo Branco), onde tive a oportunidade de fazer parte do plantel campeão nacional da 3º divisão nacional, no ano de 2006/2007 salvo erro, vencendo inclusive o Mogadouro na fase final deste campeonato (que actualmente se encontra na 1º divisão). No entanto treinávamos de segunda a quinta - feira.

FA - O que pensa dos moldes actuais do campeonato (campeonato distrital e taça distrital), acha que é o correcto ou alterava alguma coisa?

O problema do futebol distrital não são os moldes, são os dirigentes (aqueles que mandam e não os que andam no terreno). Infelizmente observa-se com alguma facilidade, equipas que entram e depois desistem do campeonato. Equipas que ganham e não sobem. Qual o objectivo então? Participar? Para mim participar é insuficiente, tem de haver interesse pela competição e não desistir a meio.

Não me refiro a ninguém em particular, pois não faço considerações pessoais sem saber o que realmente as fundamenta. No entanto (e de uma maneira geral) como pode haver evolução, se este ano entramos com uma equipa e para o ano já não entramos? Como pode haver evolução se somos campeões e não vamos para uma prova mais competitiva que nos fará crescer?

Se juntarmos a estes factos, os poucos recursos financeiros dos clubes (que muitas vezes servem injustificadamente de desculpa), a inexistente aposta e interesse da nossa associação na modalidade, em particular na formação (jogadores e técnicos, principalmente), então rapidamente chegamos à conclusão que o futsal no distrito de Portalegre (do qual tenho um conhecimento mais profundo) não serve mais do que passar o tempo, jogar com os amigos e experimentar uma modalidade diferente (para os jogadores de futebol 11).

Felizmente e além do Eléctrico Futebol Clube, existem ainda 2-3 clubes que dão especial atenção à modalidade

FA- Para si quem são os principais adversários na luta pela manutenção?

Penso que das quatros equipas que vão descer (o Nadadouro desistiu), a Escola de Santarém e a Mata Milagres são grandes candidatos a descer. Faltam dois lugares para a descida de divisão. O Eléctrico, o Externato da Benedita, o Arnal e a Mendiga serão as outras candidatas à descida de divisão, visto que não creio que a União de Leiria e a Quinta dos Lombos possam descer.

Fa - Quais as suas expectativas e objectivos para a esta época?

Gostaria de efectuar uma segunda volta de campeonato mais tranquila, mais consistente. No entanto só me interessa manter, mesmo que tenha de “sofrer” até ao fim. Se para o ano o Eléctrico estiver novamente na 3º divisão, como creio, terei atingido novamente os objectivos.

Fa- E a nível pessoal, quais são as suas ambições?

Não tenho muitas ambições a nível pessoal, no que respeita ao futsal. Como já referi nesta entrevista, há quem diga que devo ser bastante ambicioso. Não digo que não gostasse de treinar uma equipa com mais ambições. Se essa oportunidade surgir, na altura pensarei nisso. Mas no entanto, não é algo que eu procure ou queira como objectivo.

Para mim, o futsal é apenas um hobbie, que levo bastante a sério. Chegar onde cheguei, em tão pouco tempo, já é uma grande satisfação para mim e, tenho de agradecer a quem se lembrou de mim e me deu esta oportunidade.

Estar no Eléctrico é estar no topo do desporto alentejano, seja em que modalidade for e, por isso, só tenho de estar satisfeito com o que consegui e agradecer a quem sempre me apoiou e ajudou.

FA-O que está a achar do campeonato ate ao momento? Está a corresponder as suas expectativas?

Se lhe dissesse que não gostava de ter mais pontos e assim estar melhor classificado, estaria a mentir. No entanto, no desporto de competição, umas vezes ganhasse outras perdesse e temos de saber viver com isso. O que peço aos meus jogadores é que saiam sempre de cabeça erguida e com o sentido do dever cumprido, que diga-se de passagem, é o que tem acontecido.

FA- ESPERAVA MAIS DA SUA EQUIPA NO CAMPEONATO?

Não tenho qualquer problema em dizer que posso vencer qualquer equipa deste campeonato, o que até está provado pelos resultados obtidos contra as equipas que se encontram no topo da classificação, no entanto o campeonato é feito de regularidade e nós não temos conseguido essa regularidade.

Vamos tentar fazer melhor nesta segunda volta, mas caso o campeonato terminasse agora, já ficaria satisfeito, pois alcançaria o objectivo principal desta equipa, ou seja, a manutenção no nacional desta 3ª divisão.

Fa- Quer deixar alguma mensagem aos amantes do futsal masculino?

Quero deixar aqui um voto de boa sorte para todas as equipas alentejanas, em particular as que participam nos campeonatos nacionais de futsal, pois sei das dificuldades que se apresentam aos clubes do interior, que ainda assim tentam e fazem o melhor que sabem e conseguem.

Um cumprimento especial, também às equipas do distrital de Futsal de Portalegre que encaram a modalidade de uma forma séria, participando ano após ano e, assim tentam melhorar e contribuir para o sucesso desta modalidade a nível distrital.

FA- Para terminar, deixe uma mensagem aos leitores do FUTSAL ALENTEJO ?

Que continuem apoiar estes blogs e estas iniciativas, pois estes blogs e estas iniciativas em particular, oferecem visibilidade aos clubes de futsal, visibilidade esta, que deveria ser dada pelos órgãos competentes, em particular as associações de futebol e os órgãos de comunicação.

Não tenho problemas em afirmar, que não vejo em nenhum órgão de comunicação distrital (à excepção dos órgãos de comunicação da cidade de Ponte de Sôr e de um programa da rádio Portalegre aos domingos) qualquer menção ao futsal do Eléctrico, que representa semanalmente o distrito, a nível nacional.

Ao contrário fala-se do distrital e do nacional de futebol 11. Penso que fazem bem em divulgar os distritais, mas não se deviam esquecer de quem representa o distrito a nível nacional.

São estes blogs, que fazem o trabalho que deveria ser feito pelos “profissionais”.

Por fim, um obrigado e um bem-haja por se terem lembrado de nós.

AF.ÉVORA

RESULTADOS

Alcaçovas 2 - 8 NÚCLEO FUTSAL SIMM
CB Vendas Novas 4 - 2 Almansor
Portelense 4 - 2 Cabeção
Juventude 4 - 5 Borbense
Évora Futsal 6 - 3 Estremoz

CLASSIFICAÇÃO


sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

AF.ÉVORA

Vão realiza-se no próximo fim-de-semana os seguintes encontros:
CB Vendas Novas vs Almansor FC
Juventude SC vs SC Borbense
Évora Futsal vs AJ Estremoz
Alcáçovas AC vs Núcleo Morense
AA Portelense vs Sport Cabeção EB

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

AF.ÉVORA


Núcleo Morense 1 - 3 CB Vendas Novas
AJ Estremoz 4 - 4 Juventude SC
Almansor FC 1 - 4 Évora Futsal
AA Portelense 3 - 3 Alcáçovas AC
Sport Cabeção EB 3 - 3 SC Borbense