quarta-feira, 23 de abril de 2008

Futsal Feminino

LUSO MORENSE - ALCÁÇOVAS A.C.Domingo, 27 de Abril de 2008, pelas 11 horas

ANTEVISÃO:Jogo interessante, com excelentes jogadoras de ambas as equipas, será decerto muito emotivo até ao final. Vamos esperar que as jogadoras do Atlético estejam em dia sim e tragam os 3 pontos de Mora.
Arbitragem: Manuel Quadrado.

Outro Jogo da Jornada:JUVENTUDE S.C. - L.ARRAIOLENSE Domingo, em Évora pelas 11 horas

COMPAREÇAM NOS PAVILHÕESAPOIEM AS EQUIPAS

by: http://alcacovasatleticoclube.blogspot.com/

ANTEvisão Alcáçovas

MOURÃO A.C. - ALCÁÇOVAS A.C.Sábado, 26 de Abril de 2008, 19 horas

ANTEVISÃO:A equipa da casa tenta ainda chegar ao 2º lugar, que aliás, já lhe pertenceu e por isso só a vitória lhe interessa. A equipa do Atlético tenta amealhar pontos para assim chegar e assegurar o 5º lugar. Espera-se então, um bom jogo, emotivo do principio ao fim.
Arbitragem: Rui Russo e Luis Godinho

Outros Jogos da Jornada:S.L.ÉVORA - ALMANSOR F.C.Sábado, em Évora pelas 19 horas

SPORTING VIANA - C.BENFICA VIANA Sábado, em Viana pelas 19 horas

COMPAREÇAM NOS PAVILHÕES APOIEM AS EQUIPAS
by: http://alcacovasatleticoclube.blogspot.com/

terça-feira, 22 de abril de 2008

Taça de Portalegre



Relatorio do Eléctrico F. C.

Meia-Final da Taça
Uma demão de tinta na Casa Branca

O trocadilho não é o mais feliz, eu sei, o seu significado é que ganhamos 5-1 em Sousel, frente à equipa da Casa Branca, nas meias-finais da taça da AFP.Sábado, dia 19 de Abril, o EFC deslocou-se a Sousel, sabendo que tinha pela frente uma das melhores equipas do campeonato, cujo treinador é o nosso antigo treinador e amigo Quintino. O grupo estava avisado que tinha de encarar este jogo de forma totalmente diferente da partida anterior e que a Casa Branca, por sua vez, tudo iria fazer para tentar chegar à final da competição em disputa.De facto, os de Ponte de Sor entraram na partida de forma avassaladora. Muito confiantes, encostaram a Casa Branca às cordas e logo aos cinco minutos materializaram a superioridade através de um golaço de Julinho. Paralela como mandam as regras, passe magistral de Bertola, remate de primeira do filho do Júlio e bola no ângulo, sem espinhas…A Casa Branca ainda não tinha conseguido respirar e já o abre-latas Juleca estava a molhar a pena outra vez. Desta vez foi numa combinação com Santana, que na posição de pivot, devolve o passe e estava feito o segundo. A primeira parte terminou com o placar a indicar 0-2. Era um resultado justo pois o Eléctrico foi sempre a melhor equipa, apesar da Casa Branca ter tido bons momentos, sobretudo quando Gatxé, o melhor dos da casa, conseguia algum espaço para criar perigo.No segundo tempo, quando se esperava que a Casa Branca ripostasse e tentasse discutir o resultado, o EFC marcou dois golos de rajada e sentenciou a partida. Foi Santana, a encostar ao segundo poste o passe de Xico e Serrano, quem marcaram os ditos golos. Apesar da desvantagem, a Casa Branca não atirou a toalha ao chão e continuava a tentar discutir o resultado. Inclusivamente chegou a utilizar guarda-redes avançado. Contudo, o EFC defendia muito bem e não permitia que a Casa Branca marcasse. Nos cinco minutos finais Santana marcou ainda por duas vezes, uma das quais na própria baliza… O resultado final ficou assim estabelecido em 1-5. Foi um excelente jogo do Eléctrico, que se redimiu da fraca exibição em Nisa e voltou a actuar ao seu melhor nível.A final será contra os nossos amigos do Reguengo, em campo neutro, que por acaso até é a casa deles… Portalegre. O Reguengo deve uma dívida ao Diabo e está na hora de pagar… Com juros! Alma Eléctrico! Venha a taça que o campeonato já é palmarés…

Texto de Rogério Alves

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Torneio




TORNEIO FUTEBOL SALÃO DO U.MONTEMOR


Vai decorrer o tradicional Torneio de Verão de Futebol Salão do U.Montemor.Este Torneio vai ter inicio no proximo dia 19 de Maio e as inscrições serão até ao dia 14de Maio.Os Prémios serão no seguinte valor:




SENIORES:




1º1000€


2º500€


3º250€




FEMININOS:




1º100€


2º75€


3º50€




Haverá também prova nos escalões de Escolas, Infantis e Iniciados, havendo taças parapremiar os melhores.


As inscrições serão pelo número 266892133 ou pelo mail: grupouniaosport@sapo.pt

Final da taça de Beja vai ser terminada

Foi dado a conhecer pelo Conselho de Disciplina da AF Beja o acórdão referente ao processo disciplinar instaurado ao atleta do CF Vasco da Gama Luís Isidro, que havia sido suspenso preventivamente na sequência dos incidentes ocorridos no jogo da Final da Taça Distrito de Beja em Futsal entre o CF Vasco da Gama e a SA Almodovarense no passado dia 08-03-2008.Recorde-se que o jogo foi interrompido quando faltavam disputar cerca de 5 minutos para o fim do tempo regulamentar e, com o resultado em 5-10 favorável à SA Almodovarense, o árbitro Edgar Gaspar depois de ter sido agredido pelo atleta citado, de imediato deu por terminado o encontro.De acordo com o acórdão do Conselho de Disciplina da AF Beja, e passamos a citar “…embora se possa ter por certa a busca de algum protagonismo por parte do árbitro…”, “…deve o jogo reiniciar-se para se completar, devendo ter-se em consideração todas as ocorrências que se verificavam no momento da interrupção (nomeadamente: tempo de jogo, resultado, exibição de cartões e número de faltas acumulativas para cada equipa) ”.Agora resta esperar pelo entendimento entre os dois clubes para que seja encontrada uma nova data para disputar o tempo em falta. Lembre-se que o jogador se encontra ainda à espera que seja conhecida a sua sanção.
By: http://cfvascodagama.blogspot.com/

domingo, 20 de abril de 2008

3ªDivisão serie D


GDM JUNIORES, contra factos não há argumentos


A participar pela primeira vez na Taça Nacional de Juniores, o GDM deslocou-se a Porto Salvo (Leões de Porto Salvo) a fim de realizar o jogo da 1ª jornada da referida prova.
Toda a gente sabia que iria ser um jogo muito difícil e foi isso mesmo que aconteceu, o GDM entrou no jogo com o objectivo de defender atrás do meio campo e jogar no erro para tentar criar perigo junto da baliza do adversário. A equipa de Porto Salvo com excelentes executantes teve o domínio total do jogo, resultante de uma boa circulação de bola e de uma pressão alta em termos defensivos. O GDM tentou contrariar ao máximo o favoritismo da equipa contrária e ainda deu um ar da sua graça. Sempre em desvantagem no marcador o GDM conseguiu reduzir por 3 vezes a supremacia contrária (3-1, 4-2, 5-3), chegando ao intervalo a perder por 6-3.
A segunda parte trouxe mais do mesmo, um GDM que procurou ter sempre um equilíbrio defensivo, mas a missão não era nada fácil, até à entrada dos últimos cinco minutos a equipa já tinha sofrido mais dois golos e nos derradeiros minutos a equipas sofreu mais 3 golos, fixando o resultado final em 11-3.
Atitude digna dos jogadores, que tentaram ao máximo dificultar o favoritísmo da equipa contrária e que lutaram até à exaustão. Como aspecto negativo é de assinar alguns erros primários, que a este nível paga-se caro e que contribuíram para o desnivelar do resultado.
A equipa defronta no próximo dia 25 de Abril pelas 16h00 no Pavilhão Gimnodesportivo de Montemor a equipa dos Sonâmbulos em jogo da 2ª jornada da Taça Nacional.

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Taça de Portalegre

Domesticados à força

Complicado, o jogo do passado Sábado em Nisa. O EFC levou a melhor sobre a equipa local, tendo vencido por uma bola a zero, em jogo a contar para os quartos de final da taça da Associação de Futebol de Portalegre.
O Eléctrico partia como favorito óbvio, depois da vitória no campeonato e da enorme diferença de pontos que separou estas duas equipas, aquando das contas finais. Contudo, esta competição reveste-se de contornos especiais, à semelhança da taça de Portugal, e as surpresas acontecem… A equipa da Nisa parecia acreditar nessa surpresa e entrou em campo decidida a “tombar o gigante”. O gigante, por sua vez, parecia adormecido e esteve, praticamente durante todo o jogo, com dificuldades para acordar…
Foi um EFC displicente e apático que iniciou a partida enfrentando um Nisa aguerrido e voluntarioso. Apesar de tudo, a diferença de qualidade técnica e táctica era notória e era o Eléctrico quem mandava no jogo, quem tinha as melhores oportunidades, enquanto o Nisa ia espreitando o contra-ataque. O domínio de jogo, porém, não era claro e era óbvio que o EFC estava em sub rendimento. Depois de goradas algumas boas oportunidades, sensivelmente a meio da primeira parte, Bertola fez o primeiro e único golo da partida, depois de combinação com Ronaldo.
A segunda parte foi idêntica à primeira, sendo que houve um período em que o Nisa conseguiu um ligeiro ascendente, tendo sido o guarda-redes do EFC, com uma excelente exibição, aliás à semelhança do seu homólogo do Nisa, quem foi evitou o empate.
Resumindo, apesar da vitória, foi um jogo fraco do EFC. Fica aqui uma menção honrosa para a equipa de Nisa, que realizou uma boa partida.
O EFC passa assim a eliminatória, tendo agora pela frente a equipa de Sousel. Obviamente, a abordagem a este jogo terá de ser diferente daquela que foi a empregada neste último. O Eléctrico terá de puxar dos galões e pôr em campo todo o seu poderio, pois o adversário é um velho conhecido, com excelentes intérpretes da modalidade e um belíssimo treinador.

Mais Alma, Eléctrico!!!

3ªdivisão serie D


GDM JUNIORES EM ACÇÃO



"Jogo" da Semana (Juniores)

Com a paragem no campeonato Distrital de Séniores masculinos, o GDM terá apenas um representante em prova este fim de semana, os Juniores.
Prova de fogo aos nossos juniores que disputam a 1ª jornada do campeonato nacional, no terreno dos Leões de Porto Salvo (A.F.Lisboa), conjunto que, afastou Benfica e Sporting da competição. Tarefa dificil para os comandados de Rui Simões que no entanto querem apresentar-se o melhor possivel e como o sonho comanda a vida, quem sabe tentar surpreender...
O jogo realiza-se em Porto Salvo (Oeiras) pelas 16 horas.

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Torneio de Encerramento de Futsal Séniores Femininos

Realizou-se ontem, dia 15 de Abril, o Sorteio para o Torneio de Encerramento de Futsal Séniores Femininos, em que entraram as seguintes equipas:

Alcáçovas Atlético Clube;

Juventude Sport Clube;

Lusitano Arraiolense;

Luso Morense

.De notar a ausência da equipa de Montemor, para além da equipa campeã, a Tyco, que participará na Taça Nacional, para a qual desejamos boa sorte.O Calendário dos Jogos será o seguinte:

By: http://alcacovasatleticoclube.blogspot.com/

terça-feira, 15 de abril de 2008

20º Torneio Quadrangular Feminino de Futsal

O Clube Desportivo Os Aliados de Vendas Novas, efectuou no passado Domingo dia 13, o 20º Torneio Quadrangular Feminino de Futsal. As equipas participantes eram para além da equipa organizadora, o Alcáçovas Atlético Clube, o Grupo Desportivo de Montemor e o Grupo Desportivo Leal Soneguense.Foi sem dúvida um torneio bem organizado, contribuindo assim para o desenvolvimento e expansão desta modalidade cada vez com mais atletas e adeptos.



Resultados dos jogos do Torneio:1º jogo: ALIADOS V.NOVAS 3 - G.D.MONTEMOR 4

2º jogo: ALCÁÇOVAS A.C. 5 - G.D.SONEGUENSE 3

3º jogo: ALIADOS V.NOVAS 4 - G.D.SONEGUENSE 1

4º jogo: ALCÁÇOVAS A.C. 0 - G.D.MONTEMOR 2

Os golos da nossa equipa foram marcados por Vânia-2; Carmo-2 e Lidia-1Classificação final do Torneio:
1º Class: G.D.MONTEMOR
2º Class: ALCÁÇOVAS A.C.
3º Class: ALIADOS DE VENDAS NOVAS
4º Class: G.D.LEAL SONEGUENSE

Foto da equipa após a conquista do 2º lugar no Torneio

By: http://alcacovasatleticoclube.blogspot.com/

Relatório A.A.C Alcáçovas




ALCÁÇOVAS A.C. 1 - G.D.MONTEMOR 9




Sendo logo à partida, um jogo dificil e complicado para a nossa equipa, o resultado final não espelha bem o que a equipa do AAC fez em campo, especialmente na 1ª parte, que terminou com 1 a 2 para a equipa de Montemor. Durante toda esta primeira parte, o Atlético soube defender e nos contra-ataques era perigoso, podendo até, ter inaugurado o marcador, não fosse a intervenção rápida do G.redes, a saír aos pés de Mário Chora. Ainda com o resultado a zero, Carvalho, de costas para o G.redes, recebe a bola na área adversária e é claramente rasteirado por este, sem que os árbitros apitassem para a marca de grande penalidade. Nas duas situações em que os nossos jogadores falharam nas marcações, o GDM aproveitou e marcou dois golos em pouco espaço de tempo. O Atlético não baixou os braços e a seis minutos do intervalo reduz o marcador para 1-2, por Miguel Mendes em jogada individual. Os jogadores da equipa da casa acreditavam que poderiam fazer algo mais neste jogo e antes do intervalo poderiam ter voltado a marcar, em duas situações de contra-ataque, onde nem Zé Grosso, nem Miguel Mendes conseguiram finalizar, após boas intervenções do G.redes do GDMontemor. Mas era notória a desconcentração da equipa de Montemor, nesta fase do jogo.Para a segunda parte, esperava-se que a equipa do AAC aproveitasse o contra-ataque para marcar golos e assim desconcentrar a equipa adversária.Mas logo aos 20 segundos, a equipa de Montemor chega ao terceiro golo e nos dois minutos seguintes, mais dois golos e a equipa do Atlético não mais se encontrou. Até final, o resultado foi-se dilatando, por erros consecutivos dos nossos jogadores, fixando o resultado final em 1-9.Não há dúvida quanto ao vencedor do jogo, mas a equipa do Atlético poderia ter feito bem melhor na segunda parte do que fez.




OUTROS RESULTADOS: Almansor F.C. 9 - Sporting Viana 2


C.Benfica Viana 5 - Mourão A.C. 4

Baronia 5 - - SLE 3


Deslocação a Alvito para mais uma jornada, em campo duas equipas que podiam fazer estreia esta época, o Baronia que ainda não tinha vencido esta época em casa e o SLE que não tinha vencido fora de casa. A ilusão era grande em cada equipa, dum lado a equipa da casa, desfalcada de alguns jogadores, do outro um SLE já a pensar na próxima época, o seu treinador resolveu apostar em mais dois Juniores, que se juntaram a Ricardo Ludovino, uma presença mais assídua na equipa principal. Dois jovens que com muita humildade mostraram ser uma opção válida para a próxima época. Quanto ao jogo, as duas equipas começaram de forma muito calma (alma alentejana a funcionar!!), estudando-se mutuamente, jogo mais táctico do que bonito. O público que se deslocou ao pavilhão municipal de Alvito, não vibrava muito com o que se passava dentro das quatro linhas. Num jogo com estas caracteristicas, só em caso de erros defensivos podia surgir um golo e foi o que aconteceu, o Baronia aproveitou um mau alivio da defensiva eborense e fez o 1-0. Em busca do prejuizo, o SLE atacou e em nova falha defensiva, falha na marcação, golo do Baronia, o desnorte toma conta da equipa do SLE que sofre novo golo antes do intervalo, 3-0 para o Baronia sem fazerem um grande jogo. Antes do intervalo o SLE consegue reduzir por Paulo Nunes, num bonito golpe de cabeça.Intervalo, que foi melhor conselheiro para a equipa visitante, o SLE atacou, pressionou e consegue chegar ao empate, com golos de Luis Ferreira e Ricardo Pinto. A partir dai, destacou-se um jogador Eborense da equipa da casa, Paulinho, com dois golos, num total de três, marcou a diferença, duas jogadas individuais que "destruiram" a equipa visitante. Apesar de apostar num Guarda-Redes avançado, as melhores oportunidades couberam ao Baronia, o SLE jogando mais com o coração do que com a cabeça, não conseguiu empatar a partida e viu-se derrotado em mais esta deslocação. No final do jogo, o Baronia era a equipa mais feliz pela vitória, contudo o destino à muito está traçado para estas equipas, o regresso aos Distritais.

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Relátorio Casa do Benfica de Viana


Realizou - se em Viana do Alentejo mais uma Jornada do Campeonato Distrital de Futsal que opôs a Casa do Benfica de Viana e o Mourão A.C. , estas 2 equipas á partida para esta Jornada estavam com os mesmos pontos, e na 1ª volta do Campeonato a equipa de Viana tinha sofrido uma derrota em Mourão, sendo então este um jogo muito complicado para a Casa do Benfica e esperava-se também que viesse a ser um bom jogo de Futsal o que se veio a confirmar no final do encontro. A Casa do Benfica alinhou com : Pires (Baliza), David T.(Fixo), Rogério Bento(1) e Falé (Alas) e PP (Pivot) e jogaram ainda : David Sezões(3), Mané, Vitor Hugo, Sau e Bélito. Em relação ao jogo, começou com muito equilibrio de parte a parte, com as 2 equipas com muitas cautelas e a tentarem acima de tudo defender bem e depois partir em contra-ataques rápidos para a baliza contrária, estilos de jogo semelhantes, e jogadores de caracteristicas semelhantes também, o que só poderia vir a dar o equilibrio que se verificou em toda a partida. A Casa do Benfica numa boa jogada atacante e concluida com um remate de Rogério Bento adiantou-se no marcador nos primeiros minutos da partida, mas num livre perto da área a favor da equipa de Mourão, e num grande remate o Mourão faz o golo do empate, as oportunidades sucediam-se em ambas as balizas, com bolas no poste de parte a parte e com boas defesas dos guarda-redes, com destaque para Ricardo Pires que ao longo da partida acabou por ter defesas de grande nível, a Casa do Benfica volta a marcar por David Sezões e a ter a vantagem no marcador, mas em mais uma cobrança de um livre á entrada da área, Ricardo Vitorino fez o golo do empate para o Mourão e o 2º golo na partida. Chegando o resultado ao intervalo com um empate a 2 golos, e com ambas as equipas a porporcionarem um bom espectaculo de Futsal. A 2ª parte foi á imagem da 1ª, muito equilibrio, várias oportunidades de golo em ambas as balizas, e com a Casa do Benfica a marcar o 3-2, mais uma vez por David Sezões, mas o Mourão estava mesmo decidido a não perder pontos em Viana e nunca baixou os braços e fez de seguida o 3-3, fruto de falha defensiva da Casa do Benfica, confirmando o bom momento no jogo, a 10 minutos do final faz mesmo o 4-3 e obriga a Casa do Benfica a esforços extra e a 5 minutos do final , David Sezões faz o 4-4, assinando assim um hat-trick na partida e a dar esperanças á equipa de Viana para os minutos finais do encontro, minutos esses que seriam os mais atribulados do encontro, com muitas faltas de parte a parte, e com jogadas polémicas também de parte a parte, o que veio mesmo a marcar o final do encontro foi uma jogada individual de Vitor Hugo que já perto da linha de fundo e já em esforço, cruza rasteiro para a área e a bola bate nas pernas de Ricardo Vitorino que faz auto-golo e dá a vantagem á Casa do Benfica e destaque também para um livre de 6 falta, que Pires defende nos ultimos instantes e que dá assim a vitória para a Casa do Benfica por 5-4. Tratou - se de um bom jogo de Futsal com 2 equipas muito equilibradas em todos os aspectos, e de uma vitória importante para a equipa de Viana que com esta vitória só depende de si para manter o 2º lugar da Tabela Classificativa.

3ªDivisão serie D




domingo, 13 de abril de 2008

Resultados distrital de Évora


12ªJornada
12-04-08


Almansor 9 - -2 Sporting Viana


C.B.V.A 5 - - 4 Mourão


A.A.C 1 - -9 G.D.M


Descansa - SLE
Classificação
GDMontemor 33
CB Viana 21
SL Évora 21
4ºMourão 18
Alcaçovas 6
AlmansôrMN 6
Sp.Viana 3

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Jogos do Fim de Semana


12ªJornada


12-04-08


Almansor - - Sporting Viana dia 12 19h Pav.Mun.Montemor-o-Novo


C.B.V.A - - Mourão dia 12 20h Pav.Mun. Viana do Alentejo


A.A.C - - G.D.M Hoje 21h30 pav.Mun.Alcáçovas


Descansa - SLE

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Distrital de Évora Arbitros



A Associação de Jovens "Campos de Lousa" está a organizar nos dias 25, 26 e 27 de Abril o "IV grande torneio de futsal", neste sentido, gostariamos da pedir a Vossa ajuda para obter contactos de arbitros que estejam disponiveis para negociar a arbitragem deste torneio.
Segue em anexo o cartaz para Vossa apreciação e divulgação.
Gratos pela atenção, aguardamos uma resposta, a qual solicitamos que seja o mais breve possivel.
Cumprimentos,
O Presidente da Direcção

Luís Farias

Eléctrico distrital de Portalegre

22ª Jornada
A festa foi nossa!

Sábado, dia 29 de Março, o EFC recebeu o Sporting Clube Campomaiorense, naquela que foi a última jornada do campeonato distrital de Portalegre de futsal. Era um jogo para cumprir calendário, que o Eléctrico venceu por 3-1. Mas mais que isso, serviu para os campeões de Ponte de Sor, perante o seu público, festejarem o merecido título. Para tal, nada melhor que jogar contra uma das melhores equipas da prova e vencer inequivocamente como acabou por acontecer.Além do jogo, havia outra atracção que justificava a presença do numeroso público no pavilhão: as Cheerleaders do futsal do EFC faziam a sua estreia e a expectativa era grande… As meninas entraram saltitantes, de pompons nas mãos, vestidas a rigor e simplesmente deslumbraram os presentes, dançando sincronizadas ao som da música, foi o delírio!Foi neste ambiente fantástico que o pavilhão municipal viu entrar os jogadores do EFC, com cabelos e caras de verde e branco pintadas, entre sorrisos de alegria e sensação de dever cumprido.Apesar da atmosfera de festa, foi um Eléctrico humilde e com vontade de ganhar que entrou em campo. Respeitando o adversário e jogando, sobretudo no primeiro tempo, um futsal de excelente qualidade. O primeiro golo da partida foi marcado pelo “abre-latas” Julinho, que bate cruzado, na cara de Bertola junto à ala direita… Depois foi Bertola, que encosta ao segundo, materializando em golo, uma excelente jogada de futsal toda ela construída ao primeiro toque.O Campomaiorense reduziu por Adelino, grande senhor do futebol distrital, que na posição de pivot, tira um adversário da frente e remata certeiro.O resultado ficou estabelecido ainda na primeira parte, tendo sido Serrano a fechar as contas, fazendo na sequência de um canto, o 3-1 para o EFC.Chegava o intervalo e era hora de ver actuar outra vez as Cheerleaders do futsal do EFC. Da maneira como o público reagiu ao vê-las entrar, ficamos com a sensação que o jogo estava a ser completamente secundário e que toda a gente tinha ido ao pavilhão para as ver a elas e não o jogo… Nem os jogadores se recolheram aos balneários para apreciarem tão bem orquestradas coreografias… Agora a sério, queria aqui agradecer em nome da equipa, o gesto deste grupo de amigas do futsal (algumas mais do que isso, não é!?). Elas que treinaram durante semanas com a ajuda da Lígia (obrigado também a ela), fizeram umas vestimentas espectaculares com o dinheiro de umas rifas que venderam, enfim, uma verdadeira prova de carinho e amizade. Duvido que nós merecêssemos tanto: OBRIGADO!!!Voltando ao jogo, na segunda parte o EFC continuou a jogar bem, o Campomairense ia também criando alguns lances de perigo, mas o resultado não se alterou. Xico aproveitou para fazer entrar no jogo elementos menos utilizados, inclusivamente o guarda-redes Barradas, que ainda foi a tempo de realizar um par de excelentes defesas, levando ao rubro os seus admiradores na bancada…Chegava ao fim o jogo e com ele o campeonato, prova onde o Eléctrico Futebol Clube triunfou categoricamente. Uma vez mais, os jogadores e equipa técnica agradeceram ao público presente e seguiram para um animado (e bem regado) jantar, no sítio do costume. “Ó Hélder, é mais uma imperial, se faz favor.”Alma Eléctrico!Venha a taça, que o campeonato já é palmarés!Texto de Rogério Alves

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Relatorio CB.Viana


Realizou – se mais uma Jornada do Campeonato Distrital e muito provavelmente a jornada de mais destaque do nosso Campeonato desta Época, pois poderia ficar já decidido o Campeão Distrital, pois o G.D.Montemor apenas precisava de empatar para se sagrar Campeão, e recebia a Casa do Benfica que se encontrava no 2º Lugar da Tabela Classificativa, e foi consciente de todas as adversidades que iria encontrar em Montemor que a Casa do Benfica partiu para mais uma Jornada.
A Casa do Benfica alinhou com: Pires (Baliza), David T.(1)(Fixo), Rogério Bento(1) e David Sezões (Alas) e PP(1) (Pivot) e jogaram ainda: Vítor Hugo, Bélito e Mané.
A Casa do Benfica já com algum conhecimento da equipa adversária fruto de encontros anteriores tentou encarar este jogo com algumas cautelas e com uma estratégia defensiva coesa e sempre que possível aproveitar um roubo de bola para criar perigo junto da baliza do G.D.Montemor, pois jogar em pressão alta é muito complicado pois a equipa de Montemor é muito rápida e tem elementos muito fortes tecnicamente e tacticamente e de repente podem colocar uma bola nas “costas” e deixar um jogador isolado para finalizar, o que veio a acontecer no 1º golo da partida, no 1º minuto depois de uma posse de bola inicial e de um movimento ofensivo muito rápido um jogador do G.D.Montemor aparece nas “costas “ e frente a Pires num bom remate faz o golo inaugural, pensou-se então que seria o inicio de mais uma tarde tranquila para a equipa de Montemor, mais foi precisamente o contrário, o golo motivou a Casa do Benfica que partiu, para nós, para a melhor exibição da época e proporcionou em Montemor um grande jogo de Futsal, apesar da boa réplica da Casa do Benfica, que não conseguia marcar, em algumas vezes por falhas na finalização e outras por boas intervenções do guarda – redes contrário, a equipa de Montemor volta a marcar numa jogada individual de Hugo Nunes e com 2-0 no marcador as coisas complicaram-se ainda mais para a Casa do Benfica, mas perto do final da 1ª parte a Casa do Benfica ganha um livre á entrada da área, livre esse que é procedido de um derrube ao jogador PP da Casa do Benfica que estava isolado na cara do guarda-redes que mesmo derrubado ainda fez o golo, mas a equipa de arbitragem marca a falta e mostra o cartão amarelo ao jogador do Montemor, não tendo coragem para a expulsão, pois numa situação destas ou marca a falta e mostra o respectivo cartão vermelho ou então que feche os olhos e deixe seguir o jogo, que fica menos mal…, e a Casa do Benfica escrevendo direito por linhas tortas faz o golo por David T., que colocou o marcador em 2-1 e assim se chegou ao intervalo, com tudo em aberto e com uma réplica da Casa do Benfica algo inesperada.
Na 2ª parte o equilíbrio manteve-se e as situações de golo lá iam surgindo em ambas as balizas, sempre com os guarda-redes Pires e Malagueira em bom plano, mas numa boa jogada do G.D.Montemor aparece o 3-1, que se pensou vir a decidir o rumo da partida, mas a Casa do Benfica “arregaçou as mangas “ e partiu para cima do adversário e tentou fazer pressão alta o que veio a criar dificuldades ao Montemor, e num roubo de bola PP faz o 3-2 num bom remate muito colocado e a Casa do Benfica lá ia criando surpresa em Montemor, as jogadas de perigo iam-se sucedendo para ambas as equipas e com a Casa do Benfica a pressionar mais alto abria mais espaços, e os jogadores do Montemor souberam aproveitar para fazer o 4-2, a equipa de Viana á imagem de todo o encontro não baixou os braços e sem nunca desistir já perto do final num grande remate de Rogério Bento de fora da área faz o 4-3 final e ainda poderia ter chegado ao empate nos segundos finais, resultado esse que segundo nós teria sido o mais justo, pois para quem não esperava a Casa do Benfica foi a Montemor jogar de igual para igual e o resultado fala por si só, adiando sempre a festa da equipa de Montemor até aos últimos minutos da partida. Queremos também dar os parabéns á equipa do G.D.Montemor pela conquista do Campeonato Distrital e que para a próxima época mantenham na 3ª Divisão Nacional para que se venha a dar mais projecção ao Futsal do Alentejo, “desprezado por muitos e menosprezado por outros”, ficam então os nossos parabéns ao G.D.Montemor.
Para a Casa do Benfica também os nossos parabéns, que foi a Montemor realizar a melhor exibição da época, mostrou carácter, vontade de vencer e espírito de entrega ao jogo, pena que em alguns jogos desta época não tivesse sido sempre assim, pois se assim fosse o Campeão Distrital ficaria conhecido, mas mais perto do final do Campeonato. Para quem se deslocou ao Pavilhão, assistiu a um grande jogo de Futsal, pensamos nós que são jogos destes que chamam a atenção para a modalidade e fazem a respectiva divulgação do Futsal, e que veio abrir perspectivas para uma grande Final da Taça de Évora a realizar entre estas 2 equipas no próximo mês de Maio.

relatorio GDM Seniores e Juniores



Com golos de Pedro Serpa, Hugo Nunes, [2] (grande exibção) e João Romeiras, o GDM sagrou-se ainda com 3 jornadas pra disputar CAMPEÃO DISTRITAL.
Num jogo muito bem disputado, onde o GDM jogou mais com o coração do que com a cabeça e onde os GR Malagueira(GDM) e Pires (CBViana) foram intervenientes de grande nivel, a equipa de Montemor venceu por 4-3 e alcançou o seu objectivo principal.
Pouco há a dizer sobre o jogo pois o tempo é de festa, porém a partida foi muito disputada, o GDM dominou até ao 2-0 e poderia ter matado o jogo, porém a CBViana reduziu e com contra-ataques rápidos equilibrou a partida. A segunda parte foi parecida, sempre com ascendente dos da casa, porém sempre com a CBViana a disputar a partida sem baixar os braços.
Resultado que acaba por ser justo pois o GDM apresentou mais futsal e teve mais ocasiões para dilatar a vantagem, mas a margem minima aceita-se, visto a CBViana, ter uma boa equipa e ter dificultado muito a vida ao GDM nesta partida, tal como se esperava. No entanto pensamos que o GDM tinha pressa em fazer a festa e isso verificou-se por vezes dentro do campo, com ansiadade e alguma desconcentração (mais coração do que cabeça). Excelente jogo.
Palavra para o público que compareceu em bom numero e fez a festa com os jogadores, em especial aos escalões mais novos, tanto masculinos como femininos, que se associaram á festa.
PARABÉNS CAMPEÕES!!!!


-Juniores-


Não há duas sem três


Depois da vitória no Torneio de Abertura e no Campeonato Distrital de Évora, o GDM faz agora o pleno ao vencer a Taça Distrito de Évora, frente ao Sport Lisboa e Évora.
O GDM deslocou-se a Arraiolos para defrontar o Sport Lisboa e Évora na final da Taça Distrito de Évora, o jogo começou numa tuada de equilíbrio com as defesas a superiorizarem-se aos ataques, o GDM chega à vantagem num rápido contra-ataque através do Malveira, e a poucos minutos do intervalo dilata para 0-2 num remate forte e colocado mas onde o guarda-redes contrário foi na minha opinião um pouco mal batido (o ângulo era um pouco reduzido). A segunda parte o jogo manteve equilibrado, o GDM ainda chegou ao 0-3, mas o SLE teve uma boa reacção e reduziu para 2-3 (no segundo golo o Dinis foi muito infeliz não ficando nada bem na fotografia), à entrada dos últimos minutos de jogo. O SLE procurou o golo do empate, mas não conseguiu e foi ainda o GDM a obter mais 2 golos, resultante de rápidos contra-ataques e do desgaste visível da equipa contrária.
Vitória justa, valorizada pela excelente atitude do SLE que nunca desistiu do resultado. Parabéns a todos, mas não se podem acomodar pois isto só agora vai começar, temos que dar tudo o que temos para fazer uma boa figura na Taça Nacional (Leões de Porto Salvo, Sonâmbulos e Piedense) para isso temos que ter união, humildade, empenho, concentração, atitude, de entre muitas outras coisas).


Rui Simões

domingo, 6 de abril de 2008

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Jogos do Fim-de-semana distrital de Évora


Jogos da semana
Sp.Viana VS. S.L.Évora (B) 19h em Viana do Alentejo
GD.Montemor VS. CB.Viana 19h em Montemor-o-Novo
MourãoVS. Almansor 19h em Mourão
Como já referimos vai ser uma jornada importante para o Gd.Montemor, pois se empatar sagra-se campeão distrital de Évora, vai ser um jogo emocionante, pois o encontro vai ser frente ao sempre difícil e rival CB.Viana, que se espera que tudo irá fazer para não ver o GD.Montemor vencer, apelamos ao público que vá assistir a este grande jogo, que para nós o Gd.Montemor têm uma certo favoritismo, mas como se diz, tudo pode acontecer e a Casa do Benfica de Viana ainda terá uma palavra a dizer. Vamos esperar por Sábado, 19 horas no Pavilhão Municipal de Montemor.
Quanto ao Sp.Viana que vai defrontar o SlÉvora, pensamos que o Sle tudo irá fazer para vencer, pois se vencer assegura o 2ºposto isolado,se a Casa do benfica perder em Montemor, mas o Sp.Viana quer limpar a imagem que têm deixado nesta epóca e tudo irá fazer para derrotar a formação de Évora.

terça-feira, 1 de abril de 2008

Relátorio CB,Viana


SÉNIORES -


Realizou – se no passado Sábado mais uma Jornada do Campeonato Distrital de Seniores de Futsal, em que a Casa do Benfica teve como adversário a equipa do A.C.Alcaçovas, jogo este que se adivinhava difícil pois apesar da equipa das Alcáçovas se encontrar nos últimos lugares da Tabela Classificativa é uma equipa muito aguerrida e batalhadora e que nunca dá um lance como perdido, e porque a Casa do Benfica se apresentava algo desfalcada, sem PP por castigo e David Sezões por motivos profissionais.
A Casa do Benfica alinhou com: Pires (Baliza), Vitor Hugo (Fixo), Falé e Rogério Bento (Alas), Bélito (Pivot), e jogaram ainda: Calado, Fábio e Mané.
A Casa do Benfica entrou na partida algo expectante, apostando numa defesa coesa, e procurando fazer recuperação de bola no seu meio campo defensivo e depois tentar com contra-ataques rápidos chegar ao golo, mas a equipa das Alcáçovas estava muito fechada e a Casa do Benfica teve que optar por colocar o Pivot na zona central a servir de apoio para entradas e remates de zona frontal, a partir daqui a equipa de Viana começou a criar mais perigo, mas com boas defesas do guarda-redes contrário ou com remates que não acertavam no alvo o resultado mantinha-se no 0-0. Nos últimos 4 minutos da 1ª parte a Casa do Benfica opta por pressionar alto a equipa das Alcáçovas, e essa pressão quase que vinha a dar o 1º golo para a Casa do Benfica, mas também poderia ter resultado no 1º golo das Alcáçovas, pois numa desatenção e fruto da equipa estar a fazer pressão alta, a equipa das Alcáçovas quase marcava, valendo a boa intervenção de Pires. O resultado ao intervalo era então de 0-0 com uma maior posse de bola e iniciativa atacante para a Casa do Benfica.
A 2ª Parte começa como acabou a 1ª, com uma postura defensiva muito correcta da Casa do Benfica que raramente dava espaços á equipa das Alcáçovas para rematar, e com uma maior vontade de inaugurar o marcador, o que surgiu no inicio com um bom golo de Bélito, que recebeu de costas e virou-se num típico movimento de pivot, e inaugurou o marcador. O golo veio dar mais tranquilidade aos encarnados de Viana e a partir daqui limitaram-se a controlar o encontro e a marcar por mais 2 vezes, sem réplica da equipa das Alcáçovas. A Casa do Benfica somou então mais 3 pontos, e em competições oficiais soma já a 5ª vitória consecutiva, mantendo o 2º Lugar na Tabela Classificativa e dando mais confiança á equipa para o jogo difícil do próximo fim de semana frente ao G.D.Montemor. Destaque pela positiva pela forma como a equipa defendeu e se colocou nas posições defensivas, existindo então uma melhoria neste sector, pois a equipa tem marcado muitos golos mas também tem sofrido golos em demasia o que obriga muitas vezes a equipa a ter que fazer esforços extra e desnecessários para resolver os encontros.




- JÚNIORES –


A Casa do Benfica em Juniores disputou no Domingo a ultima jornada do Campeonato Distrital, que ditaria então o G.D.Montemor como Campeão Distrital e a quem desde já endereçamos os nossos Parabéns pelo título alcançado.
A Casa do Benfica defrontou o G.D.Montemor na última jornada, num encontro que se adivinhava difícil pois o G.D.Montemor além de ser o 1º classificado necessitava de vencer o encontro para ser campeão, pois o Sport Lisboa e Évora defrontava o Sporting de Viana e se vencesse a partida ainda teria hipóteses de lutar pelo titulo.
A Casa do Benfica alinhou com: Nelson (Baliza), Bruno Folgoa (Fixo), Tiago Galego e Yago (Alas) e Luis Metrogos (Pivot) e jogaram ainda: Petit, Macieira, Bruno, Rui , Tiago Viegas e Tiganzas.
A Casa do Benfica apresentou a mesma postura de jogos anteriores, coesão defensiva e contra ataques rápidos a explorar os erros do adversário, frente a uma equipa do G.D.Montemor com jogadores mais experientes e com outro ritmo competitivo face a uma equipa de juvenis da Casa do Benfica que apenas este ano entrou em competição nos escalões de formação.
A Casa do Benfica bem fechada no seu reduto defensivo não dava espaços á equipa do Montemor, e perto da metade da 1ª parte faz mesmo o golo, fruto de uma jogada rápida e de insistência, Luis Metrogos faz o 1-0, o que veio a deixar a equipa de Montemor algo desconcentrada e permite que Petit ganhe uma bola no meio campo e se isole frente ao guarda-redes mas antes de rematar sofre falta e o árbitro apenas mostra o cartão amarelo, fica a questão no ar, se o arbitro expulsasse o jogador do G.D.Montemor e se a Casa do Benfica fizesse o 2 – 0, dado a forma como o encontro estava, se o resultado final teria sido o mesmo?...e poucos minutos depois ainda com a Casa do Benfica em vantagem, o árbitro parou o encontro e só aí se lembrou que teria de estar a GNR no local, conforme ordem da Associação, ameaçando terminar o jogo e a consequente derrota para a equipa de Viana, com o consentimento de todos e de inclusive da equipa do G.D.Montemor o jogo acabou por prosseguir, mas já com uma enorme perda de ritmo de jogo, e por coincidência o golo do empate surge pouco tempo depois do recomeço da partida, os encarnados facilitaram e numa falha do Guarda-Redes Nelson, a equipa de Montemor chega ao golo da vantagem com que se chegou ao intervalo. Na segunda parte a Casa do Benfica obrigada a esforços extra, entra desconcentrada na partida e com muitas falhas na finalização foi perdendo o fulgor inicial e foi permitindo ao G.D.Montemor tomar o controlo do jogo e ir marcando e gerindo os acontecimentos, terminado o jogo com uma vitória por 7-1 para a equipa de Montemor ficando assim no 1ª Lugar da Tabela Classificativa, o resultado acaba por ser justo mas segundo nós algo exagerado. Queríamos dar os parabéns aos nossos atletas pelo esforço realizado durante esta época que foi curta mas que se espera que o Futsal nas camadas de formação não tenha acabado aqui, mas sim comece agora e que venha a ter projecção já num futuro próximo.
O Blog da Casa do Benfica de Viana do Alentejo conta apresentar durante esta semana uma reportagem relativa á equipa Júnior e o Balanço Final desta Secção.